Filme clássico em DVD - Brava Gente Humor. O cineasta Roberto Farias, fez uma seleção de quatro episódios da série Brava Gente que trazem a adaptação de contos literários.
Episódios :
A Casa Errada
O episódio conta a história de uma visita inesperada que se transforma em um grande problema na vida de Isabel (Maria Luisa Mendonça). Isabel mora numa vila em que as casas são praticamente iguais e que, por isso, sempre acontecem enganos. Francelina (Zezé Polessa) trabalha há u
SOL
Product ID: 430001599
Product SKU: 430001599
New In stock />
BRAVA GENTE HUMOR

BRAVA GENTE HUMOR

Destaque

Marca: SOL Referência: SL00159

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete
Sujeito a disponibilidade no estoque
Título Original: Brava Gente Humor - Brasil 2003

Gênero: Comedia

Diretor: Paulo Bufarra, Mário M. Bandarra, Cinha de Paula
Atores: Daniel Dantas , Felipe Camargo, Gabriela Duarte, Marcos Palmeira, Marisa Orth, Ernani Moraes, Marco Ricca

Audio: Português: Dolby Digital 2.0 Stereo
Legenda(s): N.F.
Formato da Tela: Standard 1.33:1 [4x3]
Tempo: 120 min.

EXTRAS: Menu Interativo, Seleção de Cenas

Sinopse: O cineasta Roberto Farias, fez uma seleção de quatro episódios da série Brava Gente que trazem a adaptação de contos literários.
Episódios :
A Casa Errada
O episódio conta a história de uma visita inesperada que se transforma em um grande problema na vida de Isabel (Maria Luisa Mendonça). Isabel mora numa vila em que as casas são praticamente iguais e que, por isso, sempre acontecem enganos. Francelina (Zezé Polessa) trabalha há uma semana em sua casa e entra na casa da vizinha (Clarice Niskier) por engano. Odete, a vizinha, acha estar sendo assaltada e, com medo da invasão, chama a polícia. Sem notar que causou a maior confusão na vizinha, a distraída Francelina volta para casa calmamente. Chegando lá, recebe em sua porta uma velhinha mal humorada (Eva Todor), que diz ser tia da dona da casa. Como trabalha há pouco tempo na casa de Isabel, Francelina a deixa entrar e atende a todos os pedidos de Tia Otília, que, após beber seu cafezinho, dorme na poltrona. Quando chega à casa, Isabel se espanta ao ver uma pessoa estranha dormindo em sua sala. Seu susto é maior ainda quando tenta acordá-la e percebe que ela está morta. Enquanto isso, a polícia procura na vila, de casa em casa, a suposta invasora de residências. A Casa Errada , uma adaptação do conto O 15 e o 17 , de Artur Azevedo, por Jackie Vellego, tem direção de Mario Marcio Bandarra.
Mistérios do Sexo
Este episódio conta a história de Eufêmia (Caio Blat) que, desde que nasceu, foi criada por uma babá. Para satisfazer a vontade de Custódia (Aracy Balabanian), mãe do menino - que perdeu o marido no mesmo dia do nascimento do filho e entrou em depressão -, a babá cria Eufêmia como uma linda garotinha, já que Dona Custódia desejava só ter filhas mulheres. Mistérios do Sexo conta também com a participação dos atores Stepan Nercessian, Eva Todor, Claudio Correa e Castro, Maria Maya e Márcia Cabrita sob a direção de Cininha de Paula.
A Hora Errada
Em A Hora Errada , Vanda (Marisa Orth) decide ter um caso extraconjugal com Rogério (Felipe Camargo) para esquecer o cotidiano do casamento com Arnaldo (Daniel Dantas). Para seu desespero, Vanda é surpreendida pela presença da polícia em seu primeiro encontro amoroso: os policiais estão atrás do bandido Bolado (Marcos Palmeira). O famoso ladrão acaba fazendo de Vanda sua refém e o seqüestro ganha os noticiários graças à repórter Gisela (Gabriela Duarte), que consegue autorização do delegado Jorjão (Otávio Augusto) para acompanhar as negociações de perto. Baseado no conto Zona Norte, Zona Sul de Luis Fernando Veríssimo, o episódio ganhou adaptação de Antônio Carlos Fontoura, e tem direção de Paulo Buffara.
Um Crime Imperfeito
Um escroque profissional , como ele mesmo se define, é o personagem principal do episódio Um Crime Imperfeito . Santinho, interpretado por Marco Ricca, gosta de aplicar golpes em senhoras ricas para ficar com a herança. Junto com sua namorada, Gigi (Regianne Alves), ele viaja para Sobralzinho e conhece a dona de uma fábrica de tecidos, Dona Oriboncina (Marilu Bueno). Mulher forte, decidida, filha de uma família que os membros são centenários, Santinho descobre que seu plano não vai ser tão fácil assim. O texto deste episódio foi escrito por João Emanuel Carneiro baseado na obra de José Cândido de Carvalho. A direção é de Mario Márcio Bandarra.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também